Carregando...

Alerta!

logo Menina de 6 anos encontra mãe morta com 25 facadas em Sarandi - Notícias - AN Notícias Menina de 6 anos encontra mãe morta com 25 facadas em Sarandi - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 19 de Fevereiro de 2020

SAIBA MAIS

Dia do Esportista - Dia de São Bonifácio - Foi fundada a cidade Rio Grande e Dia do Dhama Magha Puja -
18/01/2020 09h50

Menina de 6 anos encontra mãe morta com 25 facadas em SarandiSegundo a Polícia Militar (PM), Jaciara Kogler era operadora de caixa em um supermercado e havia deixado as duas filhas, de 03 e 06 anos, com uma babá para ir trabalhar

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Um crime brutal chocou moradores de Sarandi, na Região Metropolitana de Maringá, na noite deste sábado (18). Uma jovem de 28 anos foi encontrada morta pela filha de seis anos com mais de 25 facadas no banheiro da casa onde morava.

Segundo a Polícia Militar (PM), Jaciara Kogler era operadora de caixa em um supermercado e havia deixado as duas filhas, de 03 e 06 anos, com uma babá para ir trabalhar. No horário combinado da babá levar as crianças, Jaciara não atendia os chamados; Foi quando a menina resolveu entrar na casa, e logo em seguida voltou gritando dizendo que a mãe estava caída e ensanguentada no chão do banheiro.

A babá entrou na residência e viu a cena e também ficou horrorizada. Ela acionou a PM que foi até o endereço da família na Rua da Multiplicação, no Jardim Bom Pastor. Uma perícia inicial da Polícia Científica apontou que o assassino cometeu o crime com muita brutalidade, e deferiu as facadas principalmente no peito, costas e barriga da mulher.

O Siate foi acionado para socorrer a vítima, mas ela já estava em óbito quando os socorristas chegaram. Pela rigidez do corpo, a perícia indica que já faziam entre 4 e 6 horas desde a morte até o momento que o corpo foi encontrado.
 

MARIDO ESTAVA TRABALHANDO

Segundo a Polícia Militar, o Jaciara morava com o marido além das duas filhas. As crianças eram filhas do casal, e o marido dela estaria trabalhando no momento do crime.

A linha de investigação não descarta nenhuma hipótese. O quarto do casal estava revirado, levantando a suspeita de um latrocínio (roubo seguido de morte), mas somente as investigações vão definir o que de fato aconteceu.

Pessoas próximas a vítima foram intimadas a prestar depoimento, inclusive o esposo da mulher. Familiares e amigos, consternados com o assassinato, clamam por justiça.

O corpo dela foi recolhido ao IML de Maringá.

 

Fonte: AN Notícias com 24 Horas

Galeria de Imagens