Carregando...

Alerta!

logo Os moradores da Rua Otávio Palhares, que fica perto da cabeceira do Aeroporto de Londrina (zona leste), levaram um grande susto ontem. Pouco antes do meio-dia, ouviram um forte barulho - Notícias - AN Notícias Os moradores da Rua Otávio Palhares, que fica perto da cabeceira do Aeroporto de Londrina (zona leste), levaram um grande susto ontem. Pouco antes do meio-dia, ouviram um forte barulho - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 22 de Janeiro de 2021

SAIBA MAIS

Dia de São Vicente - Dia de Santo Anastácio -
03/03/2008 08h44

Os moradores da Rua Otávio Palhares, que fica perto da cabeceira do Aeroporto de Londrina (zona leste), levaram um grande susto ontem. Pouco antes do meio-dia, ouviram um forte barulhoCaça da FAB destelha casa e assusta vizinhos do aeroporto de Londrina.

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Os moradores da Rua Otávio Palhares, que fica perto da cabeceira do Aeroporto de Londrina (zona leste), levaram um grande susto ontem. Pouco antes do meio-dia, ouviram um forte barulho. O sobrevôo de um caça-bombardeio da Força Aérea Brasileira (FAB) provocou tremor nas casas da região. Na casa de José Caldeira, as telhas partiram e voaram, caindo na casa vizinha. Em outra, a imagem de uma santa pendurada na parede quase caiu em cima de um bebê. “Eu achei que tinha caído um avião”, disse o morador Waldir Piedade. Foi para a casa dele que voaram as telhas da residência de Caldeira. “De domingo, minha neta sempre brinca aqui. A sorte é que ela não veio”, afirma. “Além das telhas que quebraram, o forro do vizinho ainda descolou e abriu e ele vai ter que arrumar”, disse. Ontem à tarde, o vizinho não estava no local. Na casa de Rosemary da Silva todos se assustaram com o barulho do caça. “Eu estava na cozinha e ouvi aquele barulhão. Os vidros ficaram tremendo. Quando eu saí de casa, todo mundo também tinha saído assustado com o que tinha acontecido. Parecia que um avião tinha caído. Mas ele passou tão rápido que nem deu para a gente ver”, contou. “Ontem [sábado] parece que o mesmo avião passou por aqui, fazendo um barulho forte, mas estava mais alto. Hoje [ontem] foi muito mais forte, acho que o avião passou muito baixo.”
Fonte: Jornal de Londrina

Galeria de Imagens