Carregando...

Alerta!

logo Quadrilha suspeita de fraudar licitações é alvo de operação - Notícias - AN Notícias Quadrilha suspeita de fraudar licitações é alvo de operação - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 15 de Novembro de 2019

SAIBA MAIS

Dia da Proclamação da República - Dia do Jornaleiro - Dia de Santo Alberto Magno - Dia do Esporte Amador -
16/10/2019 06h28

Quadrilha suspeita de fraudar licitações é alvo de operaçãoUma operação contra uma quadrilha suspeita de fraudar licitações no interior do Paraná deve prender 11 pessoas temporariamente

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Uma operação contra uma quadrilha suspeita de fraudar licitações no interior do Paraná deve prender 11 pessoas temporariamente nesta quarta-feira (16). Os policiais civis também cumprem 26 ordens de busca e apreensão.

A principal suspeita é de que os crimes tenham acontecido em contratos para a compra de peças de reposição para máquinas pesadas da Prefeitura de Missal, no oeste do Paraná. Além deste município, os 37 mandados autorizados pela Justiça também são cumpridos em Cascavel, Guaíra, Terra Roxa, Diamante do Sul, Pérola D’Oeste, Roncador e Catanduvas, sobretudo nas regiões oeste e central do Paraná. Os prejuízos causados aos cofres públicos ainda são calculados pela Polícia Civil.

 

As investigações sobre as fraudes começaram em março e contam com o apoio da Receita Federal no Paraná e da 1ª Promotoria de Medianeira. As apurações indicam que a Prefeitura de Missal recebeu peças remanufaturadas, mas pagou como se fossem novas. Existem suspeitas de superfaturamento no preço, além do pagamento indevido para peças que não foram devidamente entregues ou utilizadas.

Para fraudar as licitações, o grupo alvo da operação teria criado várias empresas de fachada, usando nomes de “laranjas”. Com estes vários CNPJs, a quadrilha promovia um falso rodízio entre as empresas para evitar suspeitas.

No entanto, uma única empresa estava por trás de todos os “laranjas”. Em Missal, o esquema se perpetuou durante anos, mas há indícios de que as mesmas fraudes eram repetidas em várias prefeituras de outros municípios do interior Paraná. Detalhes da operação devem ser divulgados ainda hoje (16) pela Polícia Civil.

Fonte: AN Notícias com Blog Fábio Campana