Carregando...

Alerta!

logo Osmar avalia deixar o PDT e processar presidente nacional - Notícias - AN Notícias Osmar avalia deixar o PDT e processar presidente nacional - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 20 de Outubro de 2017

SAIBA MAIS

Dia do Poeta - Dia do Arquivista - Dia Internacional do Tráfego Aéreo -
13/04/2017 09h35

Osmar avalia deixar o PDT e processar presidente nacionalIndignado com o envolvimento do seu nome, Osmar Dias decidirá o que fazer proximamente

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O ex-senador e pré-candidato ao governo Osmar Dias avalia deixar o atual partido e até processar o presidente do PDT, Carlos Lupi, por ter ele recebido recursos da Odebrecht mesmo não sendo autorizado por ele. “Esclareço que o ex – Senador Osmar Dias jamais autorizou a intermediação de recursos com qualquer empresa”,  garante Lupi em nota distribuída na tarde desta quarta.

“O PDT Nacional esclarece que os recursos repassados ao ex-senador Osmar Dias, em 2010, são de exclusiva responsabilidade do Diretório Nacional. Toda a responsabilidade sobre essa questão, cabe à Direção Nacional do PDT”, diz ainda a nota oficial.

Por sua vez, Osmar Dias assegura que “”Nunca recebi qualquer doação da Odebrecht. Não conheço e jamais tive contato com pessoas ligadas à o Odebrecht. E ainda: “Jamais autorizei, em toda a minha vida pública, pessoas  a solicitar recursos em meu nome”. E mais: “Não conheço as razões da citação de meu nome, bem como o seu teor, mesmo que indiretamente, na referida citação do processo da Odebrecht”.

Indignado com o envolvimento do seu nome, Osmar Dias decidirá o que fazer proximamente.

Enquanto isso, vê seu nome na liderança das mais recentes pesquisas em Londrina e Umuarama, importantes colégios eleitorais.

Em Londrina, berço de Beto Richa, Osmar Dias é absoluto.

Em Umuarama,  município do noroeste do estado com 100 mil habitantes e 77 mil eleitores, fosse capaz de decidir a eleição para o governo paranaense em 2018, Osmar Dias (PDT) venceria com folgada margem. Se tivesse como principais adversários o senador Roberto Requião (PMDB) e o deputado Ratinho Jr. (PSD), ele faria 37% dos votos, enquanto os dois outros, respectivamente, alcançariam 29% e 15%.. (Pesquisa Instituto Paraná Pesquisa, na coluna do Celso Nascimento)

Fonte: AN Notícias com Blog do Cícero Cattani

Galeria de Imagens