Carregando...

Alerta!

logo PPS acusa gente de Ratinho Jr de assediar seus prefeitos - Notícias - AN Notícias PPS acusa gente de Ratinho Jr de assediar seus prefeitos - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 19 de Junho de 2019

SAIBA MAIS

Dia do Vigilante - Dia do Cinema Brasileiro -
10/04/2019 03h05

PPS acusa gente de Ratinho Jr de assediar seus prefeitosDouglas Fabrício, que está no quarto mandato na Assembleia, disse que torce pelo governador Ratinho Júnior

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O líder do PPS na Assembleia, Douglas Fabrício, abriu a caixa de ferramentas para denunciar que membros do governo Ratinho Jr estão assediando prefeitos de sua base. Segundo ele, prefeitos o procuraram para relatar abordagens de emissários do governo prometendo facilidades para acesso a obras e recursos. Em troca, os prefeitos devem sair do PPS e entrar em uma legenda de interesse do governo do estado, afirma o parlamentar.

“Membros do governo estão assediando prefeitos do meu partido pensando na eleição lá na frente. Eu recrimino essa postura. O governo ganhou a eleição tem que governar e não ficar assediando prefeitos usando obras e recursos como moeda de troca”, disse.

“Se não querem o PPS aliado, é fácil de falar. Não concordo com essa postura nem com o meu partido e nem com qualquer outro”, acrescentou.

Douglas Fabrício, que está no quarto mandato na Assembleia, disse que torce pelo governador Ratinho Júnior e pelo governo, porém fez um alerta em tom de previsão. “Essa postura já aconteceu em governos anteriores. E governo que fez esse tipo de postura não acaba bem, acaba mal”.

 

O parlamentar com base na região Noroeste recebeu apoio dos colegas. O delegado Fernando (PSL) disse que também foi avisado por prefeitos desse tipo de assédio.

Já o delegado Jacovós (PR) classificou a postura de “sacanagem”. “Se isso está ocorrendo é uma verdadeira sacanagem. São membros do governo que não têm espírito democrático e querem levar as coisas na picaretagem”.

O único parlamentar da legenda do governador a se pronunciar foi o deputado Cobra Repórter. “Repudiamos esse tipo de atitude, é um fato isolado mas providências têm que ser tomadas”.

Fonte: AN Notícias com Blog Fábio Campana