Carregando...

Alerta!

logo Papa Francisco recebe Donald e Melania Trump - Notícias - AN Notícias Papa Francisco recebe Donald e Melania Trump - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 19 de Setembro de 2018

SAIBA MAIS

Semana do Trânsito - Dia da Escola Bíblica - Dia do Ortopedista - Dia de São Januário - Dia do Comprador -
24/05/2017 10h27

Papa Francisco recebe Donald e Melania TrumpPapa e Trump falam de alcançar a paz com uso da política

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
O papa Francisco e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reuniram nesta quarta-feira no Vaticano durante 27 minutos e depois fizeram a entrega de presentes habitual.

Depois Trump apresentou sua delegação, da qual fazem parte sua esposa Melania; sua filha mais velha, Ivanka; seu genro, Jared Kushner; além do secretário de Estado, Rex Tillerson; o assessor de segurança nacional o tenente geral H.R. McMaster; e a porta-voz presidencial, Hope Hicks, bem como oito pessoas e uma intérprete.

Francisco cumprimentou com cordialidade Melania a quem perguntou se tinham comido "pizza", e depois abençoou um objeto que a esposa do presidente tinha nas mãos.

Ivanka também disse algumas palavras ao pontífice, que a escutou sem falar.

Depois, na tradicional entrega de presentes, Trump lhe deu uma elegante caixa que continha, segundo lhe disse o presidente, "livros de Martin Luther King".

Francisco, por sua vez, entregou a Trump seus três escritos principais: as encíclicas Evangelii Gaudium e Laudato Se e a exortação Amoris Laetitia, além de sua última mensagem da jornada de paz; abençoou um rosário que apresentou em uma bandeja diante dos Trump.

O presidente americano disse ao papa ao receber seus escritos: "Leremos".

Mas o presente mais simbólico foi o medalhão de bronze que o papa presenteia muitos chefes de Estado, que representa uma oliveira que cresce entre uma pedra partida.

O papa Francisco recebeu Trump com um aperto de mãos e um "encantado em conhecê-lo", em inglês, na Sala do Tronetto, e Trump lhe respondeu "obrigado" e "é uma honra".

Depois foram para a biblioteca para a reunião, que aconteceu com a ajuda de um intérprete, já que, como se justificou Francisco ao presidente, seu inglês não é muito bom.

Enquanto durou a reunião Melania e Ivanka Trump visitaram a Capela Paolina e a Sala Régia do Vaticano, e depois esperaram conversando com a delegação e representantes do Vaticano em uma sala adjacente.
 

Paz com negociação política

O papa Francisco e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mantiveram nesta quarta-feira um diálogo "cordial" no qual falaram da "promoção da paz no mundo" mediante a negociação política, segundo a Santa Sé.

O Vaticano indicou que na conversa de ambos na biblioteca papal e que durou 27 minutos "trocaram pontos de vista sobre alguns temas relacionados com a atualidade internacional e a promoção da paz no mundo ".

Isto pode ser alcançado, segundo apontou o comunicado vaticano que disseram o papa e Trump, "mediante a negociação política e o diálogo interreligioso, com especial referência à situação no Oriente Médio e à proteção das comunidades cristãs".

Durante a conversa foi constatada "a satisfação pelas boas relações bilaterais existentes entre a Santa Sé e os Estados Unidos da América", acrescentou o Vaticano.

Além disso, ambos manifestaram o "empenho comum a favor da vida e da liberdade religiosa e de consciência".

A Santa Sé indicou que na reunião foi constatada uma "serena colaboração entre o Estado e a Igreja católica nos Estados Unidos, dedicada ao serviço das populações nos âmbitos da saúde, da educação e da assistência aos imigrantes".

O presidente dos EUA se reunirá depois com alguns dos seus assessores, entre eles o seu genro, com o secretário de Estado vaticano, Pietro Parolin, e com o secretário para as Relações com os Estados, Paul Richard Gallagher.

Após a reunião com o papa, estava previsto que Trump e a delegação americana visitarão a Capela Sixtina e a basílica de São Pedro.

 

Fonte: AN Notícias com Terra

Galeria de Imagens