Carregando...

Alerta!

logo Caso Eduarda: Pai e avó são denunciados por MP por homicídio - Notícias - AN Notícias Caso Eduarda: Pai e avó são denunciados por MP por homicídio - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 28 de Outubro de 2020

SAIBA MAIS

Dia do Funcionário Público - Dia de São Judas Tadeu -
26/06/2019 11h16

Caso Eduarda: Pai e avó são denunciados por MP por homicídioCaso a Justiça aceite as denúncias, Seidi e Terezinha, podem somar 30 anos de prisão

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) apresentou a denúncia à Justiça na terça-feira (25), sobre o caso da garota de 11 anos, Eduarda Shigematsu, que teve o corpo ocultado pelo seu pai, Ricardo Seidi. De acordo com o MP, tanto o pai, quanto a avó, Terezinha Guinaia, são responsáveis pelos crimes de homicídio, feminicídio – já que o crime de agressão ocorreu contra uma mulher -, ocultação de cadáver e falsidade ideológica. Ambos estão presos em Londrina.

Caso a Justiça aceite as denúncias, Seidi e Terezinha, podem somar 30 anos de prisão.

 

Relembre o caso

O corpo de Eduarda Shigematsu, de 11 anos, foi encontrado enterrado nos fundos da casa da família do pai, que foi preso como principal suspeito.

A menina era procurada desde 24 de abril, quando o Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride), da Polícia Civil entrou no caso com a denúncia registrada. A polícia confirmou que Eduarda tinha sido vista pela manhã naquele dia quando foi para a escola e voltou a casa da avó paterna, deixou o material na sala e desapareceu.

Segundo o delegado responsável pelo caso, o pai alegou que enterrou o corpo da filha por desespero ao vê-la enforcada com uma corda, então a teria descido e amarrado – pés e mãos – ainda a colocando num saco plástico.

O corpo da menina foi sepultado no Cemitério Central de Rolândia, sem velório às 8h da manhã do dia 29 de abril. A mãe de Eduarda usou as redes sociais para comunicar o luto.

Fonte: AN Notícias com 98 FM

Galeria de Imagens