Carregando...

Alerta!

logo Rolândia Whatsapp de pai e avó de Eduarda foram apagados, diz polícia - Notícias - AN Notícias Rolândia Whatsapp de pai e avó de Eduarda foram apagados, diz polícia - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 21 de Outubro de 2020

SAIBA MAIS

Dia do Contato Publicitário - Dia de Santa Úrsula - Dia Nacional da Somália -
30/05/2019 04h12

Rolândia Whatsapp de pai e avó de Eduarda foram apagados, diz políciaO pai da vítima, Ricardo Seidi Shigematsu, e a avó, Terezinha de Jesus Guinaia, estão presos acusados do crime

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
O juiz Alberto José Ludovico acatou nesta terça-feira (28) o pedido da Polícia Civil para prorrogação das prisões temporárias do pai e da avó de Eduarda Shigematsu, 11 anos, encontrada morta e enterrada no quintal de uma residência em Rolândia (Região Metropolitana de Londrina) no dia 28 de abril. O laudo indicou que a menina foi a óbito por esganadura (constrição do pescoço com a utilização das mãos).

O pai da vítima, Ricardo Seidi Shigematsu, e a avó, Terezinha de Jesus Guinaia, estão presos acusados do crime. Como o pai foi preso no dia 28, os 30 dias de prisão temporária venceriam no dia 27. Ambos os mandados de prisão foram prorrogados por 30 dias.


No pedido, datado de segunda-feira (27), o delegado Bruno Silva Rocha afirma que "restam diligências necessárias para a conclusão satisfatória do inquérito".

Ainda conforme o documento, nos celulares analisados, "um utilizado por Terezinha e outro por Ricardo, evidenciam que havia "Whatsapp" neles instalado, em virtude de arquivos típicos gerados por tal aplicativo (áudios e imagens). Porém, estranhamente, apesar de haver arquivos, em ambos os aparelhos, de criação recente, não havia mais o aplicativo em si instalado nos celulares. Tal fato impossibilitou a extração e observação de conversas mantidas por texto".
Fonte: AN Notícias com Folha de Londrina

Galeria de Imagens