Carregando...

Alerta!

logo Ministério descarta suspeita de coronavírus, mas MG mantém alerta - Notícias - AN Notícias Ministério descarta suspeita de coronavírus, mas MG mantém alerta - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 19 de Fevereiro de 2020

SAIBA MAIS

Dia do Esportista - Dia de São Bonifácio - Foi fundada a cidade Rio Grande e Dia do Dhama Magha Puja -
23/01/2020 00h39

Ministério descarta suspeita de coronavírus, mas MG mantém alertaPara governo federal, como paciente não esteve em região endêmica na China, caso não é tido como 'suspeito

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Após confirmação da SES/MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais) sobre a investigação de um caso suspeito de coronavírus em Belo Horizonte, o Ministério da Saúde emitiu uma nota oficial descartando a notificação.  

"Até o momento, não há detecção de nenhum caso suspeito no Brasil de Pneumonia Indeterminada relacionado ao evento na China", diz a nota divuglada na tarde desta quarta-feira (22) pela pasta.

De acordo com o Ministério da Saúde, o caso relatado em Minas não se enquadra na definição de caso suspeito da OMS (Organização Mundial da Saúde), porque a paciente esteve em Xangai, onde não há, até o momento, transmissão ativa do vírus. "De acordo com a definição atual da OMS, só há transmissão ativa do vírus na província de Whuan", diz o Ministério. 

Veja mais: Minas investiga 1º caso suspeito de coronavírus em paciente de BH

No entanto, a SES/MG afirma que vai manter o status do caso notificado como "suspeito" como uma medida de prevenção. Em contato com a reportagem do R7, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais afirma que, como houve veiculação de alerta por organismos internacionais como a Opas (Organização Pan Americana de Saúde) e a própria OMS, o sistema está mais "sensível" e o caso permanecerá sendo tratado pelo Governo do Estado como "suspeito". 

Alerta

A SES/MG afirma que a paciente, que está internada no Hospital Eduardo de Menezes, na capital mineira esteve na cidade de Xangai, a cerca de 840 km de Wuhan, e desembarcou em Belo Horizonte no último sábado. Para a secretaria, o caso pode vir a ser descartado, mas as autoridades mineiras continuarão trabalhando com a suspeita por "prevenção".
Fonte: AN Notícias com R7

Galeria de Imagens