Carregando...

Alerta!

logo Vacinação contra sarampo começou nesta segunda no PR - Notícias - AN Notícias Vacinação contra sarampo começou nesta segunda no PR - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 12 de Dezembro de 2019

SAIBA MAIS

Aniversário de Belo Horizonte - Dia da Bíblia - Dia de Nossa Senhora de Guadalupe Dia de Santa Dionísia -
18/11/2019 10h39

Vacinação contra sarampo começou nesta segunda no PRNo Paraná, entre os 368 casos confirmados na última semana, 195 estão na faixa de idade entre 20 e 29 anos, conforme o informe divulgado na quinta-feira (14)

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O objetivo da segunda etapa da campanha é aumentar a cobertura vacinal contra o sarampo na faixa etária de 20 a 29 anos, que apresenta maior frequência de casos. Uma estimativa do Ministério da Saúde, disponível no Boletim Epidemiológico nº 34, mostra que 783.501 jovens paranaenses possivelmente não estão vacinados contra o sarampo. A vacina contra o sarampo está disponível gratuitamente o ano todo nas unidades básicas de saúde.

No Paraná, entre os 368 casos confirmados na última semana, 195 estão na faixa de idade entre 20 e 29 anos, conforme o informe divulgado na quinta-feira (14).

A primeira etapa de vacinação foi para crianças de seis meses e cinco anos incompletos, que são mais vulneráveis às complicações do sarampo. Esta segunda etapa é de suma importância para interromper a cadeia de transmissão da sarampo para reduzir o risco da doença e imunizar não vacinados ou com esquema incompleto para o sarampo.

“Estamos verdadeiramente preocupados com a situação do sarampo. Precisamos que todos que estão em dúvida ou que não tomaram a vacina sejam vacinados, é a única maneira de prevenir o sarampo”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

DOENÇA - O sarampo é totalmente evitável com duas doses da vacina, que é segura e altamente eficaz. Altas taxas de cobertura vacinal — ou seja, 95% no país e dentro das comunidades — são necessárias para garantir que o sarampo não seja contido.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, os maiores surtos estão em países que têm atualmente ou tiveram no passado baixa cobertura vacinal, deixando muitas pessoas vulneráveis.

As razões para as pessoas não serem vacinadas variam significativamente entre comunidades e países, incluindo falta de acesso a serviços de saúde ou vacinação de qualidade; conflito e deslocamento; desinformação sobre vacinas ou pouca conscientização sobre a necessidade de vacinar. Em vários países, o sarampo está se espalhando entre crianças, jovens e adultos que não se vacinaram no passado.

A VACINA - A vacina é feita de vírus vivo enfraquecido, estimula o sistema imunológico a desenvolver anticorpos para combater os vírus causadores de doenças. A aplicação da vacina é por injeção subcutânea. A vacina faz efeito em aproximadamente 15 dias.

Fonte: AN Notícias com AEN-PR

Galeria de Imagens