Carregando...

Alerta!

logo Facebook entristece as pessoas, diz estudo - Notícias - AN Notícias Facebook entristece as pessoas, diz estudo - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 19 de Abril de 2018

SAIBA MAIS

Dia Nacional do Índio - Aniver. da Organização Internacional do Trabalho e Dia do Exército -
24/11/2016 10h00

Facebook entristece as pessoas, diz estudoExperimento confrontou público que ficou fora do Facebook e quem reduziu o tempo

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Quem é mais feliz? Aquela pessoa que vive, ou aquela que não deixa passar um momento sem fazer uma postagem na rede social Facebook? Pois um estudo, divulgado nesta semana, respondeu a estes questionamentos.

“Quem quiser ser mais feliz, deve tirar umas férias da rede social.” Essa é a conclusão que sugere o estudo realizado pela Universidade de Copenhague, na Dinamarca.

“A maioria das pessoas usa o Facebook diariamente, mas poucos estão conscientes das consequências. Esse estudo fornece provas causais de que o uso do Facebook afeta negativamente o nosso bem-estar”, resume o pesquisador Morten Tromholt em sua tese de mestrado.

A constatação é resultado de um experimento conduzido por Tromholt com 1.095 participantes dinamarqueses no fim de 2015. Metade do grupo, selecionada aleatoriamente, foi orientada a ficar fora do Facebook durante uma semana.

Essas pessoas apresentaram níveis mais altos de satisfação com a vida e de emoções positivas do que os integrantes do grupo que continuou usando a rede social.

“Comparando o grupo de tratamento (participantes que ficaram fora do Facebook) com o grupo de controle (aqueles que continuaram usando a rede social), foi constatado que tirar uma folga do Facebook tem efeitos positivos em dois aspectos do bem-estar: nossa satisfação com a vida aumenta e nossas emoções se tornam mais positivas”, relata Tromholt.

Em uma escala de 1 a 10, o nível de satisfação com a vida de quem estava no grupo que continuou usando a rede social subiu 0,08 pontos, passando de 7,67 para 7,75 no fim do experimento. Já os “desconectados” apresentaram um aumento de 0,56 pontos no quesito, saltando de 7,56 para 8,12.

O experimento também mostrou que quem tirou férias do Facebook apresentou menos dificuldade de concentração, intensificou mais sua vida social e teve a sensação de que estava desperdiçando menos o seu tempo do que os que continuaram ativos na rede social.

AS QUERIDINHAS DE 2016
As redes sociais têm tomado uma grande parte do tempo das pessoas. Estudos mostram que no Brasil as pessoas gastam 6% do seu tempo útil diário navegando no Facebook, por exemplo. Mas, além do Facebook há uma série de outras redes sociais no mundo. A equipe da Oficina da Net fez um levantamento das principais redes sociais e seu número de usuários durante o ano de 2016.

MAIS FELICIDADE, MENOS SOLIDÃO

- 88% dos que abandonaram totalmente a rede disseram estar mais felizes por estar fora de rede social
- 84% dos que sairam do Facebook disseram que conseguiram curtir melhor a vida
- 34% dos que permaneceram no Facebook declaram estar tristes
- 25% daqueles que permenceram conectados afirmaram se sentirem sozinhos

Fonte: AN Notícias com Bem PR

Galeria de Imagens