Carregando...

Alerta!

logo Em dia de recorde de CR7, Portugal vence Hungria por 3 a 0 - Notícias - AN Notícias Em dia de recorde de CR7, Portugal vence Hungria por 3 a 0 - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 24 de Julho de 2021

SAIBA MAIS

Dia do Retorno da Viagem à Lua -
16/06/2021 00h27

Em dia de recorde de CR7, Portugal vence Hungria por 3 a 0Atuais campeões só conseguiram marcar já na reta final do jogo de estreia na Eurocopa

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Atual campeã da Eurocopa, a Seleção Portuguesa estreou com vitória por 3 a 0 no torneio, nesta terça-feira, contra a Hungria. A partida, válida pela 1ª rodada do Grupo F, foi disputada em Budapeste, no Estádio Ferenc Puskas.

Cristiano Ronaldo marcou duas vezes e quebrou um recorde: ele se tornou o maior artilheiro da história da competição, com 11 gols. O português superou Michel Platini, que balançou as redes em nove ocasiões.

O primeiro tempo teve pressão de Portugal, que criou chances, dando trabalho ao goleiro Péter Gulácsi - Cristiano Ronaldo perdeu um gol dentro da pequena área. Apesar de dominar a posse de bola, a equipe de Fernando Santos tinha dificuldade em acertar o último passe. A Hungria, sob comando de Marco Rossi, foi combativa no meio de campo e esperava por um contra-ataque.

A etapa complementar começou com a mesma pressão de Portugal, mas, desta vez, a Hungria conseguiu se impor no jogo. Apostando em lançamentos e chutes de longe, o time da casa criou algumas chances e atacou os visitantes - o atacante Rolland Salai foi um dos principais nomes da equipe húngara. Gulácsi continuou trabalhando: fez boas defesas, impedindo gols de Pepe e de Bernardo Silva.

Aos 34 minutos, Szabolcs Schön recebeu passe pela direita e cortou para o meio. Ele chutou rasteiro no canto esquerdo de Rui Patrício e abriu o placar para a Hungria. Contudo, o gol foi anulado, pois o atacante estava impedido.

Quem abriu o placar de fato foi Portugal, aos 38, com Raphaël Guerreiro. O lateral-esquerdo recebeu passe de Rafa Silva, pela direita, e chutou da entrada da área. A bola desviou no defensor húngaro e enganou o goleiro.

Aos 41, Cristiano Ronaldo ampliou a vantagem para Portugal. De pênalti, o craque converteu a cobrança e se tornou, assim, o maior artilheiro da história da Eurocopa, com 10 gols.

Já nos acréscimos, aos 46, Ronaldo marcou mais uma vez e ampliou seu próprio recorde. Ele recebeu a bola de Rafa Silva pela direita, cortou para o meio, driblou o goleiro e fez o seu segundo gol na partida.

No "grupo da morte", a Seleção Portuguesa volta a campo no sábado, às 13h00 (de Brasília) em Munique, contra a Alemanha. Já a Hungria joga em casa diante da França, às 10h00, no mesmo dia.

Fonte: AN Notícias com Terra

Galeria de Imagens