Carregando...

Alerta!

logo Mulher suspeita de participação na morte de síndico profissional se apresenta à polícia em Londrina  - Notícias - AN Notícias Mulher suspeita de participação na morte de síndico profissional se apresenta à polícia em Londrina - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 03 de Março de 2024

SAIBA MAIS

28/11/2023 11h40

Mulher suspeita de participação na morte de síndico profissional se apresenta à polícia em Londrina A suspeita se apresentou na manhã desta terça-feira (28)

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

A suspeita de ter participado na morte do advogado e síndico profissional Adriano Allio, 58, se apresentou na manhã desta terça-feira (28) na Delegacia de Homicídios de Londrina. A mulher chegou acompanhada do advogado. Havia um mandado de prisão temporária aberto contra ela, no entanto, a defesa conseguir converter a decisão inicial da Justiça para o monitoramento eletrônico com tornozeleira.

 

A mulher e o advogado preferiram não falar formalmente com a imprensa, entretanto, ela garantiu que não assassinou o advogado. Diante do delegado manteve o direito de permanecer em silêncio. Allio foi encontrado carbonizado dentro do próprio carro no final de outubro, na estrada Água das Abóboras, na zona norte da cidade. Ele morava na Gleba Palhano, na região sul.

 

De acordo com a Polícia Civil, ele teria sido executado pela mulher, com quem manteve um relacionamento, e o atual companheiro dela. “Na investigação conjunta com a Polícia Militar foi identificado que no dia do crime a vítima saiu do seu apartamento e foi até a região norte, na casa do casal, com seu veículo, um Kia Soul. Na sequência, saiu o carro dele e um Peugeot Passion e depois voltou apenas o Peugeot”, detalhou o delegado João Reis.

O delegado ainda destacou que teria acontecido uma luta corporal no imóvel do casal, no jardim Tropical. “A vítima foi amarrada com fita adesiva e transportada no carro e o veículo foi incendiado para destruir provas”, pontuou. O homem que seria o companheiro da mulher segue foragido, com mandado de prisão em aberto. Em nove de novembro uma operação foi realizada para localizar ele e a mulher, entretanto, o casal não foi achado na oportunidade.

Fonte: AN Notícias com Folha Londrina

Galeria de Imagens