Carregando...

Alerta!

logo O movimento de eleitores na central de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Curitiba surpreendeu os próprios funcionários na tarde de ontem - Notícias - AN Notícias O movimento de eleitores na central de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Curitiba surpreendeu os próprios funcionários na tarde de ontem - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 17 de Maio de 2021

SAIBA MAIS

Dia Internacional das Telecomunicações -
08/01/2008 07h46

O movimento de eleitores na central de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Curitiba surpreendeu os próprios funcionários na tarde de ontemTRE-PR retoma trabalho e registra movimento intenso.

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
O movimento de eleitores na central de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Curitiba surpreendeu os próprios funcionários na tarde de ontem. Até o final do dia, mais de 700 atendimentos foram registrados, sendo que a média normal não ultrapassa 400 eleitores. Em momentos de pico, a fila de espera chegava a 90 pessoas. A assessoria do TRE acredita que a procura foi motivada pelo retorno do recesso, quando o Tribunal permaneceu fechado entre 19 de dezembro e 6 de janeiro. Com a retomada do expediente na Justiça Eleitoral, muitos curitibanos resolveram aproveitar o período de férias para regularizar sua situação. O eleitor que teve o título cancelado ou está em débito com a Justiça eleitoral tem até o próximo dias 7 de maio para procurar o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PR) e votar normalmente nas eleições municipais de outubro. O mesmo prazo limite também serve para o eleitor que mudou de residência dentro da cidade pedir alterações e para o eleitor portador de deficiência solicitar sua transferência para seção especial. Os títulos cancelados são aqueles faltosos nas últimas três votações que não fizeram a justificativa dentro do prazo estipulado pela Justiça Eleitoral - há também casos de eleitores que já mudaram de cidade. No entanto, para regularizar e votar em outubro, o eleitor deverá pagar uma multa de R$ 3,51 referentes a cada turno que faltou - no caso, as votações de primeiro e segundo na eleição presidencial de 2006 e o referendo sobre o desarmamento em 2005. Para acertar a pendência, deve-se levar ao cartório, no qual está registrado, o RG, certidão de casamento ou nascimento e a carteira de trabalho. Para transferência de município, o eleitor deve apresentar comprovante de residência com data de emissão mínima de 90 dias e máxima de um ano, no nome do titular. Para maiores informações, os eleitores de Curitiba podem entrar em contato com a central de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE/PR) através do telefone: (41) 3330-8672.
Fonte: CWB

Galeria de Imagens